domingo, 30 de abril de 2017

Como será o amanhã?

Tem sido muito difícil manter um espírito otimista na atual conjuntura político-econômica brasileira. Busco renovar minha confiança nos governantes de plantão – pelos quais torci – mas, as dificuldades são enormes e crescentes. É tudo “farinha do mesmo saco”. Pobre Brasil. Essa série de delações premiadas abala qualquer brasileiro de são juízo. Do jeito que vai não sobrará ninguém na Esplanada de Brasília. E aí, meu Deus, quem vai se apresentar como herói nacional ou salvador da Pátria? Temo que algum aventureiro “lance mão” do poder. Bastam os que foram escorraçados.
A Operação Lava Jato segue em frente e sem dó vem expondo a reinante bandidagem endêmica, para nos mostrar que tipo de gente mandamos, irresponsavelmente, para Brasília. A Operação, Inclusive, vem sofrendo ameaças pelos abutres políticos tradicionais. Eu não queria estar na pele de nenhum desses protagonistas do atual momento histórico do país. Imagine o que tem sido o dia-a-dia de figuras como Lula, Michel Temer, Renan, Dilma entre muitos outros atolados na lama espalhada desde Curitiba. Imagine, também, a vida do Juiz Moro.

É pessoal, parece que nosso imbróglio político não terá fim, tão cedo. O esperado “fundo do poço” ainda está longe de ser atingido. Acho que está abaixo da camada do Pré-sal. Ou seja, profundamente fundo. Quando se imagina que está perto de ser alcançado, nova sonda perfuratriz aparece com força cada vez mais descomunal.  
Esses últimos dias foram estarrecedores. Não sei mais o que pode acontecer. Cada nome que é confirmado ou os que surgem pela primeira vez derrubam por terra chefões cínicos e contumazes, verdadeiros chefes de quadrilhas de assaltantes. Estarrecedor, igualmente, são esses empresários delatores. Ao colocarem os pontos nos is esses caras mostram o impressionante cinismo da corrupção no Brasil. Provoca-me asco assistindo-os nos noticiários da TV.
Vivendo neste estado de perplexidade  coletiva, tenho uma pergunta que não cala: como será o Brasil de amanhã? Esta minha questão deve fazer sentido à medida que busquemos avaliar ex-ante no que resultará todo esse sacrifício pelo qual estamos passando. Para alguns teremos um Brasil melhor, mais honesto e mais democrático, no sentido real. Teremos uma Nação mais moralizada. Assumindo meu espírito otimista, gosto de trabalhar com essa hipótese. Contudo, dou um passo à ré, lembrando-me que muitos interesses – dos velhos e corruptos manda-chuvas políticos – serão contrariados, o que vem provocando os esforços que já desenvolvem numa operação tipo “salvar a própria pele”. E neste caso, esse Brasil sonhado pode vir com deformações indesejadas. O poder desses caras, político ou empresário corrupto, vai bem mais além do que nós, pobres mortais, imaginamos. Na Itália, os resultados da Operação Mãos Limpas (inspiração do trabalho de Sergio Moro) não chegou ao resultado esperado, Fala-se que a corrupção não foi estripada por lá. Temo que o mesmo venha ocorrer aqui no Brasil.  

Eis aí um bom tema para reflexão dos amigos e amigas que acompanham o Blog do GB. Bom feriado de 1º de Maio. Comemorem o Trabalho! É de trabalho que o Brasil precisa.

NOTA: Foto obtida no Google Imagens 

6 comentários:

Susana González disse...

Mientras la línea sea el neoliberalismo no irá por buen camino, basta ver el resto del mundo. La pregunta es si estaremos abiertos para el cambio q nos propongan. Además de reflexionar en cuanto hemos contribuido para estar en esta situación?
Susana González

Claudio Targino disse...

Como será amanhã? Responda quem puder O que irá me acontecer? O meu destino será como Deus quiser...
Muito legal o seu Blog
Claudio Targino

Sérgio Fonseca disse...

Caro amigo, Bom dia! Infelizmente o nosso país, está destroçado em todos os sentidos,principalmente moral.Entretanto acredito que o povo acordou. Temos que mudar,a nossa forma de participar da vida política !!!! Inclusive uma participação efetiva da pequena e média empresa no sindicato Patronal. Um bom feriadão !
Sérgio Fonseca

Vanja Nunes disse...

Bom dia e feriado!!
Quanto ao Brasil quem viver verá !
O que eu não sei!!!
É lastimável
Um país tão pobre, com tanta gente sem direito a nada, passando fome, sem educação, hospitais....... e um bando de políticos roubando de um povo tão sofrido.
Vanja Nunes

Iêda Almeida disse...

Querido Girley !
Adorei receber o seu Blog. Confesso que estava com muita saudade!
Como será o amanhã?
Está muito difícil esta resposta . Porém cabe a nós brasileiros, antes da nossa escolha, procurar dar uma aula dessas que você nos acaba de dar, par alertar a esta nação , o valor de escolha dos nossos governantes!
Um forte abraço, e até a próxima.
Iêda Almeida

Luiz Montenegro disse...

Ótima reflexão sobre esse momento caótico da política brasileira. 👍
Luiz Montenegro