sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

QUARTA-FEIRA, DE CINZAS?

Passada a decepção com o desfile da Mangueira, assunto da última matéria, fui surpreendido com um convite da empresária Ana Góis para participar do Blocalhau, um bloco carnavalesco, por ela promovido, desde 2003, na tarde da 4ª. Feira de cinzas, no seu salão-buffet do Recife Antigo. Sempre reagi a essas esticadas do tríduo momesco. Mas, não custaria nada ir conferir.

O convite só se tornou irrecusável, quando ela me garantiu que lá haveria um encontro dos blocos líricos do Recife, inclusive o Bloco das Flores, considerado uma coisa do passado, no desastroso desfile da Mangueira.

Logo este ano, quando reservei o carnaval para um programa leve, descançar em casa e colocar em dia algumas leituras e trabalhos, fui, numa 4ª. Feira de cinzas, meter-me numa folia mais parecida com um primeiro dia de carnaval. Fiquei surpreso com a energia e alegria dos presentes, que pareciam fazer questão de ignorar que o carnaval havia terminado na noite anterior. Coisa de carnavalesco pernambucano dos nossos tempos.

Mas, como o meu maior interesse era admirar os blocos líricos, fiquei, horas a fio, deslumbrado com a performance de cada grupo. Mais do que isto, lavando a alma. Quanta beleza e poesia. Que belas canções, acompanhadas por excelentes bandas de pau e corda. Fantasias caprichadas e gente bonita. Daria tudo para ver o carnavalesco da Mangueira, ali por perto, diante do flabelo (será que ele sabe o que é isto?) do Bloco das Flores, imaginando estar em pleno 1920! E eu, junto dele, para alertá-lo que o bloco nunca deixou de existir e que estamos em 2008.

Foi uma tarde de muita alegria, entremeada, é claro, por delicioso bacalhau, terminando num arrastão de frevo pelas ruas do bairro do Recife Antigo e no palco do Marco Zero, quando os foliões capitularam e, por fim, entenderam que o fim era inevitável.

Ana Góis está de parabéns. Já encomendei minha camisa para o próximo ano.


Nota: Fotos dos mais destacados flabelos (Blocos das Flores e da Saudade), sacadas durante o Blocalhau 2008.

2 comentários:

José Lapa disse...

Li o seu blog. Cara fiquei entusiasmado. Sua apreciação do desfile da mangueira foi extremamente pertinente e objetivo. Gosto muito do carnaval e principalmente de ver os blocos carnavalescos. Gostaria de ter tido sua oportunidade de ver e participar desta festa/encontro da quarta-feira. Como se processa a reserva de camisas? Gostaria de estar na próxima com os meus. De notícias e me informe se puder. Abraço, José Lapa.

Anônimo disse...

Evoé GB

Sou Jane Emirce, presidente do glorioso e perfumado Bloco das Flores adorei a matéria sobre o Blocalhau e fiquei orgulhosa com os elogios e defesa dos blocos líricos. Em 2009 estaremos em Ana Góes novamente. Agora, para ver o Bloco das Fores não precisa esperar tanto assim, sexta-feira, 22.02.08, estaremos na Rua da Moeda, a partir da 20h. Flabelo, perfume e lirismo pela bela rua do Recife antigo.
Com flores,
Jane