sábado, 3 de agosto de 2013

Salve Francisco

Falar de Francisco, o Papa, quando da sua ascensão em Roma se constituiu num exercício prazeroso. Este prazer se renovou, nesses últimos dias durante e depois da sua vinda ao Brasil, para acompanhar a Jornada Mundial da Juventude. Que sujeito extraordinário! Cativante em simpatia, humilde nos gestos e verdadeiro como ser humano, em tudo e por tudo.
Chegou de mansinho afirmando bater a nossa porta sem trazer ouro ou prata, mas trazendo uma mensagem de amor e fé. No final dos dias enxergamos que, na realidade, Francisco trouxe uma fantástica lufada de buenos aires de paz e esperança para uma juventude cheia de incertezas e uma Nação intranquila, carente de um líder que desempenhe um papel de pai da pátria. E o resultado foi visto nas ruas do Rio de Janeiro. Aqueles que, porventura, puderam se aproximar, tocar, abraçar, chorar no ombro e falar com o Santo Padre foram responsáveis pelo recado que a Nação quis dar aos nossos governantes e ao Mundo. E à Velha Igreja Católica, naturalmente.
Acostumados à imagens austeras e distantes de outros papas, o mundo inteiro e os brasileiros, particularmente, foram surpreendidos com um Francisco, igual a outros franciscos que esbarram conosco no meio da rua. Ele foi um dos que esbarrou, até mesmo num inesperado engarrafamento de transito, com muitos outros.  Abraçar a todos que alcançava, beijar a toda criança que lhe traziam, abrir a janela do popular carrinho (um Fiatizinho Idea) no qual circulava para sentir o calor e o cheiro do povo, tomar do mesmo chimarrão – como argentino, ele é chegado a um matecito – de um popular no meio de um desfile no Papamóvel,  rezar um Pai-Nosso de mãos dadas com dois pastores protestantes, na visita à favela, entre outros gestos tão populares quanto estes, transformaram Francisco num pop-star. Francamente, impossível não admirar esse Homem. A placa carregada por um jovem, na multidão de Copacabana, dizendo-se evangélico, mas encantado por este Papa foi outro momento fora do normal. Aliás, foi tudo fora do normal. Para melhor, graças a Deus e a Francisco. Salve Francisco, minha gente!
Pela TV acompanhei atentamente os passos desse Homem e encantei-me com cada detalhe. Achei insólito vê-lo subir as escadas de um avião, bem ligeirinho e carregando uma pasta pesada. Nunca antes na história do Vaticano! Papa tinha que ser quase parado. Lembro agora que Bento 16, por exemplo, descia as escadas em passos lentos e estudados, parecia uma múmia saída de um sarcófago do Museu do Louvre. Era aquela coisa distante, como quem descia do céu. Francisco não... impossível esquecer a resposta dele ao repórter que quis saber o que trazia naquela pasta. De certo modo, uma indiscrição. Mas, sendo Francisco, tudo cabe. Ou quase tudo... “O que há de anormal nisso?” respondeu Sua Santidade. E completou: “trago objetos pessoais, como um barbeador, uma agenda, meus discursos, um breviário e um livro que estou lendo, de Santa Terezinha, de quem sou devoto”. Vejam quanta simplicidade. Outra prova de que este Papa quer se mostrar como um homem comum, de carne, osso e todas as necessidades humanas. O mundo estava precisando ver uma coisa dessas. O fato de dar uma entrevista ao Jornalista Gerson Camarotti se constituiu num furo de reportagem, em nível mundial. O Vaticano sempre se opôs a esse tipo de expediente. Outra vez, era preciso que fosse Francisco, um Santo de carne e osso. Acho que qualquer dia ele vai sair por aí sem batina. Por que não? Não usa as joias de ouro, dispensou o sapato vermelho e também aquela pelerine vermelha cheia de arminho. Coisa muito antiga, usada pelos papas que se julgavam reis.

Detalhes à parte, temos que valorizar e ficarmos atentos para as intenções que Ele vem manifestando de corrigir defeitos cabeludos e, por isso, pontos de fragilidade que sabemos existem no seio da Igreja, entre os quais os casos de pedofilia, a corrupção envolvendo o Banco do Vaticano e a Cúria Romana, os tratamentos a serem dados aos homossexuais e as uniões homoafetivas, aborto e comunhão para os divorciados. Salve Francisco!

 Nota: Fotos obtidas no Google Imagens.

  

9 comentários:

Francy disse...


Nós assistimos tudo pela TV e ficamos encantados com a sua simplicidade.
Viva o Papa Francisco!!!.
abs,

Mary Caldas disse...

Girley, meu amigo
Eu também acompanhei a trajetória do
Papa Francisco pela TV e me emocionei muito.
Ele é um ser iluminado!
De tudo o que foi dito sobre o Papa o
seu texto tem sentimento.
Que Deus abençoe o Papa Francisco.
Amém!

Fernando da Costa Carvalho disse...

Girley,
Quero reafirmar minha admiração e respeito pela sua pessoa. Tenho grande apreço a sua inteligencia, cultura, e especial pelo que você posta semanalmente a todos que lhe tem afeição. Muito grato por me incluir !!!! Assino embaixo o que você discorreu muito bem, como sempre, sobre o nosso querido Papa Francisco. Como TODA Providencia DIVINA ELE chega em BOA hora e no momento certo. Grandes transformações, embora lentas pela reação contraria ocorrerão para o nosso conforto pessoal e espiritual. Do jeito e da forma com estavam sendo conduzidas não só na Igreja em si, mas as repentinas, açodadas e possíveis transformações no Mundo me preocupam sobremodo. De repente, mais do que de repente, se invertem conceitos e posições que afrontam o que é de mais sublime na Natureza, na origem e finalidade do ser humano. Respeito, porém tudo dentro de uma sobriedade sem necessidade de exageros e afetações, principalmente na ausência de uma consistência mais convincente daquilo que querem nos impor, até mesmo de forma constrangedora. Parabéns mais uma vez. Leio TODAS as suas mensagens. Sempre aprendendo e se deliciando com as informações recebidas.
Fraternal abraço,
Fernando da Costa Carvalho

Anônimo disse...

Caro Girley, além da mensagem ronovadora de Frencisco à Igreja Católica, também leio nos gestos de Francisco exemplos inspiradores para outros líderes - se esses quiserem continuar como tais. Os seus textos Girley são sempre uma boa leitura para ajudar nossa reflexão sobre o momento atual. Obrigado!

maria helena disse...

Realmente Girley, é muito bom ter este estimulante semanal que é seu blog, pra acordar nossos sentimentos e pra nosso enriquecimento cultural. Gosto de Francisco até pela escolha do nome!
Acho que a Igreja Católica acertou o ponto num marketing sadio que a beneficiará reconquistando seus fiéis e que ,sem dúvida, estava precisando de sangue latino! Agora...este Papa deu trabalho e exercício extra aos Seguranças, não foi???

Girley Brazileiro disse...

DE um leitor assíduo deste Blog recebi uma mensagem (não citou a fonte!) no minimo assustadora. vejam a seguir:
"Rumores que circulam entre a comunidade de inteligência em Roma, Itália, indicariam que os setores conservadores radicais da Igreja Católica Romana, lançaram duras críticas e ataques brutais contra o Papa Francisco, através da mídia, sites de redes sociais por sua atitude de reformador da Igreja.
Entre os argumentos apresentados como exemplo pelos católicos radicais conservadores estão:
1. O Papa Francisco violou a tradição do Vaticano, ao realizar a cerimônia do Lava-Pés, na Quinta-Feira Santa, fora do perímetro do Vaticano.Este é um ato sem precedentes na história e na tradição dos rígidos rituais da Igreja Romana.
2. A recusa do Papa Francisco de morar no apartamento papal no palácio do Vaticano, decidindo, para sua segurança pessoal, residir na residência Santa Marta, o hotel quatro estrelas do Vaticano, onde há muitas pessoas.
O Papa Francisco quer estar ciente do que ocorre ao seu redor extra-muros vaticanos. No apartamento papal, estaria restrito e vigiado, controlado e supervisionado e, o mais importante, desinformado e à mercê das “hienas do Vaticano”, que já planejariam extirpá-lo de seu meio.
3. No almoço em Castel Gandolfo, quando se reuniu com Bento XVI , este teria confidenciado ao Papa Francisco que uma das causas que influenciaram sua renúncia foram as ameaças que recebeu e seu medo de ser envenenado.
4. A cúpula encastelada no Vaticano se oporia totalmente aos planos do Papa Francisco de reformar, eliminar, modificar a pompa, o ritualismo, o luxo e a ostentação da Igreja Católica Romana.
5. A Cúria Romana e o poder rechaçariam o apelo público feito pelo Papa à Igreja Católica para reforçar o diálogo e as relações com o Islã.
6. O Papa Francisco marginalizou os mais altos cargos do Vaticano na cerimônia do Lava-Pés da Quinta-Feira Santa.
7. Acusações ao Papa Francisco de ignorar as regras e as normas da Igreja Católica Romana porque, como Papa, age sem fazer consultas ou pedir permissão de ninguém para abrir exceções às regras eclesiásticas que se referem a ele.
8. A organização Opus Dei proibiu (censurou) em todas as suas livrarias a venda do primeiro livro sobre o Papa Francisco, Troa.
9. A Promotoria Romana Anti-Corrupção fez apreensão significativa de centenas de caixas de documentos que comprometem e envolvem as finanças do Vaticano e pessoas importantes com a máfia italiana e gigantescas operações de lavagem de dinheiro e desvio de fundos do Vaticano em um mecanismo complicado para fazer desaparecer dinheiro.
Este escândalo poderia ser o “Sansão” que derrubaria as colunas que sustentam a Capela Sistina e todos os edifícios opulentos da luxuosa estrutura do Vaticano.
10. Tanto a Opus Dei, a Maçonaria Illuminati, importantes e influentes setores bancários, econômicos, setores mafiosos italianos, além dos próprios cardeais que formam “a máfia e o poder do Vaticano” estariam em perigo iminente devido ao confisco dessas caixas de documentos supremamente comprometedores por parte da Promotoria Romana Anti-Corrupção e pela intenção do Papa Francisco de sanear e colocar ordem nas finanças do Vaticano e em todos os negócios e empresas de investimento deste Estado religioso bilionário.
11. Outra coisa que teria deixado esses grupos da retaguarda do poder extremamente irritados e furiosos é que o Papa Francisco não concorda que os infratores de batina vivam na área do Vaticano, refugiados, escondidos, evadidos de enfrentar a lei. Para isso, já emitiu instruções que quem tem processos pendentes ou acusações criminais deixe o solo do Vaticano, porque, em seu pontificado, o Vaticano não será o santuário dos infratores da lei…
Imaginem o que vem por aí! Deus proteja o doce Papa Francisco dos lobos ferozes, que já estariam rondando a caça!"
Lembro que muito já se falou que João Paulo I foi envenenado pelas suas ideias de reforma. Se Francisco prefere viver na Casa Santa Marta, no meio de muita gente, algo estranho ele pretende despistar.
Vamos rezar por Ele. É o que mais pede a todos nós.

Danyelle Monteiro disse...

Boa noite professor Girley,

Quando a prática reafirma o discurso, surge um verdadeiro líder, que ensina pelo exemplo. Vida longa a esse homem iluminado, que encantou à todos independentemente de religião.

Abraço,
Danyelle Monteiro

Rogerio Mota disse...

Amigo Girley,
Linda sua matéria sobre o papa Francisco em seu blog. Estou guardando tudo que é de bom sobre o novo papa, o papa que está trazendo coisas muito boas para um mundo desacreditado, inclusive guardo a sua sua matéria. Abraço,
Rogério Mota

Edna Claudino disse...

Caro Amigo Girley,

Costumo afirmar que existem mais pessoas boas no mundo do que pessoas ruins, contudo isso só se torna evidente e ganha corpo quando se tem à frente líderes do bem.
Foi isso que pudemos observar na JMJ 2013, sob liderança do Papa Francisco.
Este evento, com tanto jovens esbanjando fé, solidariedade e esperança limpou a imagem recente das cenas de vandalismo tão fortemente divulgadas período antes, infelizmente para glória de uns (ruins),e trouxe um novo ar de novos tempos.
No cerne da questão está o perfil e o caráter da liderança, o que remete à reflexão das nossas escolhas nas urnas.
Que o Papa Francisco, com sua graça e luz, nos ilumine!